Lovely Honey 11,5CM

ver na loja
Educação sexual, Sexualidade

Amor próprio

Quem nunca achou que o amor-próprio era sobre amarmo-nos o tempo todo e nos sentirmos bem todos os dias? Quem nunca achou que o amor-próprio era nunca estarmos cansados, nunca nos sentirmos confusos, nunca nos permitirmos falhar? Quem nunca achou que o amor-próprio é dizer “sim” sem limites, ajudar todos que precisam de nós, dar sempre o nosso melhor? Eu já achei e tenho a certeza de que tu também achaste…

Amor próprio é mais do que a minha aparência e a minha beleza, é eu com os outros, mas essencialmente é eu comigo, é a minha relação interna.

Há dias em que me sinto bonita e sou feliz e há dias em que estou triste e ansiosa. Amor-próprio é aceitar-me e amar-me em ambos os dias. É a minha autoestima. 

Amor próprio é conhecer-me e estabelecer os meus limites, é saber pedir ajuda quando preciso, é saber perdoar. Todos temos uma opinião relativa a um determinado assunto. Amor próprio é aceitar que a opinião dos outros pode ser diferente da minha. É o meu autoconhecimento. 

Como seres Humanos que somos, também cometemos erros. Amor próprio é aceitar que os meus erros não me definem. É a minha autocompaixão. 

Amor próprio é a união de todos estes fatores: da autoestima, do autoconhecimento, do autocuidado, da autocompaixão…

Se te pedisse uma lista das coisas importantes da tua vida, em que lugar te colocavas?

Stimulate your mind and body.

Sofia Pinheiro

Psicóloga Clínica